x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

14 de janeiro 2019

Indústria Automobilística: tendências e inovações

A indústria automobilística no Brasil começou no início do século XX, quando fabricantes como Grassi, Ford e General Motors tinham linhas de montagens extremamente simples e de pequena escala.

De lá para cá, muita coisa mudou no país. O carro se popularizou, a indústria automobilística cresceu e se tornou um dos setores mais fortes no chão de fábrica. Não é à toa que é justamente nesse segmento que costumam despontar as principais tecnologias no ramo industrial.

Atualmente, o momento é grande disrupções. Vivemos a 4ª Revolução Industrial, onde todos os processos de uma fábrica são digitalizados e interligados. Além disso, estamos lidando com um novo consumidor, que é muito mais exigente, imediatista e consciente em termos ambientais.

Some-se a esse cenário o crescimento dos aplicativos de mobilidade, que ligam um alerta para o setor, já que são muito utilizados pelas gerações Y e Z, que acham dispensável a compra de um carro no futuro.

Diante desse cenário, o segmento precisa se reinventar. É por isso que se espera grandes transformações com algumas tendências e inovações surgindo nos próximos anos. É justamente sobre essas novidades que falaremos a seguir.

 

Carros Elétricos

Os veículos híbridos ou elétricos já existem no Brasil. Porém, atualmente o governo não dá grandes incentivos para a comercialização desse modelo, ao contrário do que ocorre em outros países.

Lá fora, o exemplo mais conhecido é a Tesla, empresa que foi criada exclusivamente com o objetivo de oferecer um transporte mais sustentável. E Elon Musk não está poupando esforço e dinheiro para a companhia evoluir.

Como já dissemos, o principal atrativo desse mercado é a pegada sustentável. É cada vez maior o número de pessoas que levam esse fator em consideração ao consumir qualquer produto e, mais do que isso, é uma preocupação que cresce à medida que os recursos não renováveis vão ficando mais escassos.

 

Carros Autônomos

Ainda que muitas vezes a gente encare os carros autônomos como uma realidade ainda longe do nosso alcance, diversos projetos já estão sendo colocados em prática e a expectativa é de que em poucos anos eles se tornem realmente parte de nosso cotidiano.

Existem ao menos 7 empresas com projetos para lançamento de carros autônomos até 2020. E a certeza que temos é que, se eles se concretizarem, será uma grande revolução para o setor automobilístico.

No entanto, os desafios são grandes para colocar os carros autônomos para rodar. As cidades precisam ter a infraestrutura necessária para receber essa tecnologia. Até nos Estados Unidos são poucas as cidades que têm ou planejam ter boa conectividade 3G/4G e excelentes condições de pistas. No Brasil, estamos ainda mais longe desse cenário.

Existem ainda preocupações com legislação, que precisa ser muito bem regulamentada para responsabilizar possíveis acidentes, por exemplo. Além do próprio problema de segurança com o fator humano, já que os carros inteligentes seguem todas as regras de trânsito (como por exemplo, parar na faixa de pedestres), e nem sempre os “motoristas humanos” estão acostumados a seguir essas regras, o que pode causar acidentes.

 

Conectividade

A onda da Internet das Coisas não chegou apenas nas fábricas ou nas residências. A tendência é que os carros sejam cada vez mais conectados, não só com o smartphone do motorista, mas com outros veículos e objetos.

Dessa forma, o consumidor pode receber alertas tanto do que acontece do lado de fora do carro (como clima, melhores rotas, localização de algum contato, etc), quanto dados sobre o próprio veículo (desgaste dos pneus ou algum problema mecânico por exemplo).

Mais do que inovar em design ou potência do carro, os fabricantes precisam pensar em como melhorar a experiência do consumidor moderno – que já está completamente inserido no mundo digital.

 

Inovação dentro das fábricas

Para trazer todas essas novidades ao nosso cotidiano, as fábricas também precisam passar por uma revolução. Com uma concorrência cada vez mais acirrada e um consumidor que nunca foi tão exigente, a indústria automobilística precisa buscar o máximo de eficiência.

Conceitos como Lean Manufacturing estão cada vez mais presentes na cabeça dos gestores. Ou seja, o foco é garantir o máximo de produtividade e evitar qualquer tipo de desperdício.

No setor automobilístico, tudo isso tem um peso muito maior. Estamos falando de um produto de alto valor agregado. Se por ventura houver uma parada de 10 minutos na fábrica, provavelmente um carro inteiro deixou de ser montado e, consequentemente, muito dinheiro foi para o ralo.

Para enfrentar problemas como esse, a tecnologia é a grande aposta no PCP. Inovações como Internet das Coisas, Manufatura Aditiva, Realidade Aumentada e Inteligência Artificial já são usadas por grandes empresas para tornar todos os processos mais otimizados.

Foi-se o tempo em que os elementos-chaves dessa indústria eram porcas e parafusos. Cada vez mais os eletrônicos estão inseridos nos componentes do motor, transmissão, chassis e outras partes do carro.

A própria mão-de-obra precisa se reinventar. Hoje, a indústria requer profissionais que entendam de tecnologia, consigam visualizar o processo como um todo tenham rápida capacidade de adaptação, já que a cada instante surge uma novidade.

 

Como a Novidá pode auxiliar a indústria automobilística?

Com o objetivo de trazer mais agilidade e inteligência às indústrias, a Novidá desenvolveu um sistema de geolocalização indoor. Por meio de sensores, acompanhamos a movimentação de pessoas e equipamentos dentro da planta.

Assim, se houver algum problema em uma máquina, por exemplo, o gestor consegue identificar em tempo real qual é o funcionário habilitado mais próximo para realizar o reparo. Foi o que fizemos na fábrica da FCA por exemplo. Você pode baixar esse case de sucesso aqui.

Além disso, o sistema também pode ser utilizado para medir a produtividade de cada funcionário, avaliar onde estão os principais gargalos do negócio e realocar sua equipe para as áreas que mais necessitarem.

Quer entender melhor como a Novidá pode ajudar sua empresa? Marque uma conversa com nosso time!

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo