x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

11 de junho 2018

Layout Industrial – Aproveite melhor seu espaço

Você já parou para pensar na importância de ter um layout industrial planejado? Se isso nunca passou pela sua cabeça, saiba que a prática é fundamental para quem busca reduzir custos, acabar de vez com a estocagem desnecessária de materiais e otimizar a movimentação de pessoas, matéria prima e produtos.

Uma indústria com um bom projeto de layout é facilmente identificável. Além de gerar visibilidade dos processos, oferece condições excelentes de segurança e ergonomia, e apresenta alta flexibilidade para suportar mudanças rápidas, característica de alto valor dentro do cenário econômico atual.

Se você quer ter um ambiente organizado e ganhar vantagem competitiva no mercado, confira as dicas para transformar de vez sua indústria e conseguir um layout exemplar!

 

Identifique o mix de seus produtos

Nem todos os itens são produzidos em mesma quantidade e variação, certo? Por isso, o primeiro passo é identificar quantos produtos mensais são feitos e apostar sem medo em diferentes opções de layout para cada mix de produtos.

Por exemplo: em produções sob encomenda, o melhor tipo é o “job shop”, que organiza os equipamentos de acordo com os principais tipos de processo. Já a produção em lotes, por necessitar um agrupamento por produtos com fluxo similar, pede o layout “cellular manufacturing” ou “célula de produção”. Nos casos de produção em massa, indica-se o layout por produto.

 

Conheça sua indústria

Tire alguns minutos para avaliar a empresa. Como são as áreas disponíveis? Quais formatos apresentam? O piso é bastante resistente ou deve-se tomar cuidados extras?

Com perguntas simples, você terá maior consciência acerca das dimensões da indústria e saber como e onde aplicar as mudanças.

Não se esqueça de analisar também a demanda das máquinas por ambientes climatizados, com controle de umidade, isolamento acústico ou outra especificação. Busque identificar quais equipamentos devem ficar longe de outros e planeje esse distanciamento.

 

 Saiba qual a demanda de produtos

Essa etapa é fundamental e não pode haver erros!

Isso porque é aqui que você definirá a quantidade de máquinas necessárias para produzir o volume de produtos, o número de operadores, a quantidade de matéria prima e a melhor forma de fazer a gestão de estoque.

Desse modo, é necessário estar sempre atento às previsões de demanda, se são estáveis ou com variações, e qual o grau de utilização dos equipamentos.

 

Layout produtivo detalhado

Agora que você já tem em mãos todas as informações sobre a indústria e escolheu os tipos de layout, é hora de pensar no arranjo físico e em como ocorrerá a distribuição dos recursos nas áreas.

Para facilitar a operação, utilize a técnica “de-para”, que busca diminuir a distância percorrida pelos materiais em processo ou os mapas de relacionamento, que avaliam a posição relativa entre diferentes áreas da instalação.

 

Valide o projeto

Assim que você tiver definido o layout detalhado, busque ferramentas que simulem seu funcionamento, como o PFA (Production Flow Analysis).

A partir dos testes, você saberá se o projeto está validado e pode começar a investir na inovação!

 

O que pensar na hora de escolher o layout industrial?

 

– Transporte e movimentação

Busque eliminar ao máximo a função de transporte, já que empilhadeiras e calhas não agregam valor ao produto final. Utilize soluções de monitoramento em tempo real, como as RTLS, para suprimir o uso de máquinas extras e realocar equipes de acordo com a necessidade.

 

– Segurança

Faixas e grades de isolamento são extremamente necessárias próximas a máquinas que ofereçam perigo. Demarque passagens e analise qual a forma mais segura para os operadores realizarem serviços em áreas de risco. Sistemas de geolocalização também conseguem enviar alertas caso os colaboradores estejam em locais de risco.

 

– Sinalização

Fundamental para orientar operadores e impedir perda de tempo e produtividade. Além disso, garante maior segurança no caso de acidentes. Exemplos de sinalização:

Indicação de saídas e perigos na obra

Identificação de locais de apoio

Aviso sobre circulação de veículos e máquinas

Indicação da obrigatoriedade do uso de equipamentos de proteção

 

– Ambiente confortável

Para que os operadores tenham conforto no chão de fábrica, busque manter o ambiente com boa iluminação, sem ruídos, vibrações ou temperaturas inadequadas. Mantenha os caminhos livres para facilitar a locomoção de aparelhos e pessoas.

 

Como a Novidá pode te ajudar

Através da geolocalização indoor e outdoor, você se torna capaz de monitorar pessoas, ativos e máquinas com precisão e segurança.

Graças ao sistema desenvolvido pela equipe Novidá, você terá na palma da mão todas as informações necessárias para entender qual é a melhor forma de replanejar seu layout industrial, já que você terá dados sobre a movimentação de funcionários e máquinas.

Com isso, sua empresa conseguirá reduzir custos e tomar decisões estratégicas, além de contar com um software altamente personalizável e prático.

Quer saber mais vantagens do nosso sistema de geolocalização? Clique aqui e confira!

 

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo