x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

Lead time

Lead Time: o que é e qual sua importância?

A cada dia que passa, o tempo se torna uma métrica mais importante dentro de grandes empresas. A expressão “tempo é dinheiro” não é nova, mas nunca ela fez tanto sentido: um minuto ocioso pode fazer toda a diferença em uma fábrica, por exemplo.

O termo Lead Time entra exatamente nesse contexto. Se você busca eficiência e sabe que isso está totalmente relacionado ao tempo gasto nas atividades, é preciso entender e estudar esse conceito.

 

O que é Lead Time?

O termo vem da engenharia de produção e se refere ao tempo necessário para um produto percorrer todas as etapas de um processo ou do fluxo de valor. Em geral, ele também é definido como o tempo gasto entre a chegada de um pedido efetuado por um cliente até a entrega desse pedido.

Porém, é comum fazer “subdivisões” desse tempo, calculando por exemplo o Lead Time da Compra (tempo entre o pedido para o fornecedor e a chegada na fábrica), o Lead Time da Produção (intervalo entre a chegada da matéria prima e a expedição do produto) e o Lead Time da Entrega (que leva em conta apenas o tempo gasto para o cliente receber o produto depois que ele já está pronto).

Ou seja, trata-se de uma métrica complexa, que pode ser analisada sob diferentes perspectivas. Cada uma dessas etapas exige demandas específicas que, se não forem bem gerenciadas, podem gerar atrasos e prejuízos ao cliente final.

 

A importância do Lead Time

Já demos algumas pistas boas sobre os motivos de se preocupar com o lead time. Em tempos de Lean Manufacturing, ter uma operação otimizada é necessário para a sobrevivência de qualquer negócio.

Gastar menos tempo significa reduzir custos, afinal, o colaborador pode produzir ainda mais no tempo que foi economizado. Também significa maior satisfação do cliente, ainda mais em um mundo cada vez mais imediatista. Por fim, um lead time reduzido pode ser ainda um grande diferencial competitivo.

Portanto, medir e estar atento aos tempos e movimentos das atividades de sua empresa pode resultar em maior aumento de produtividade e em redução de desperdícios.

 

Como calcular o Lead Time?

Basicamente, você precisa mapear e cronometrar todas as atividades realizadas durante a produção. Assim, o primeiro passo é listar todos os produtos exigidos para um determinado processo. Além da matéria-prima, inclua aqui também os itens para serviço de reparos ou instalação por exemplo.

Em seguida, descubra quanto tempo é necessário para adquirir cada um desses produtos. Identifique qual é o item que tem maior tempo de entrega, afinal, ele servirá de referência. Por fim, estabeleça o tempo necessário para a produção e entrega do produto ao cliente, considerando também tarefas administrativas e outras atividades.

A soma de todos esses tempos – do contato com o fornecedor até a entrega ao cliente – será o lead time total do seu produto. Calcular essa métrica é importante para entender melhor o seu negócio e analisar se você está conseguindo reduzir o lead time ao longo do tempo.

 

Como diminuir o Lead Time?

Existem diversas boas práticas que você pode executar para reduzir seu lead time. Como estamos falando do processo produtivo como um todo, você pode atuar em diferentes etapas. Daremos algumas dicas de otimização para as três principais etapas que compõem o lead time:

 

Tempo de Compras

Aqui a grande saída é negociar com fornecedores para que os prazos sejam melhores. Ter uma ampla carteira de fornecedores também auxilia a conseguir melhores condições. Por mim, sempre que possível, mantenha o estoque na própria empresa para que você não fique dependente dos fornecedores.

 

Tempo de Produção

Essa é a etapa onde há maiores chances de otimizar processos e reduzir o lead time, já que existem diversas ações que você pode tomar. Faça um mapeamento de processos para entender como são realizadas suas atividades. Identifique onde estão os principais gargalos e faça melhorias.

Não deixa de investir em tecnologias como softwares ERP, MES ou sistemas de geolocalização. Todos eles irão ajudar seus colaboradores a controlar a produção e agilizar o processo como um todo.

Mantenha o mínimo de estoque do produto final. Isso ajuda a diminuir custos de armazenagem e flexibiliza a operação para atender a demanda no modelo just in time.

Por fim, faça também uma boa gestão da manutenção. A parada de uma máquina pode ocasionar perdas significativas e atraso no produto final.

 

Novidá e a redução do Lead Time

A Novidá desenvolveu uma solução de geolocalização capaz de reduzir o lead time da sua empresa. Trabalhamos com um software de alta precisão que identifica a localização de equipamentos e pessoas dentro do seu ambiente de negócio.

Por meio dessa tecnologia, você consegue identificar em tempo real onde está um determinado profissional para realizar a manutenção de uma máquina, por exemplo. Além disso, é possível medir tempos de execução para entender como é o fluxo da sua empresa e onde estão os principais gargalos.

Temos diversos cases de sucesso disponíveis para download em que mostramos como agilizamos a operação de diversas empresas. Se quiser entender melhor como podemos ajudar o seu negócio, fique à vontade para marcar um bate-papo com um dos nossos consultores!

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo