x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

18 de julho 2018

Casos de Uso – Navegação e Monitoramento de Subestação

18As subestações são componentes importantes de um sistema de alta tensão. Trata-se, porém, de uma área que necessita de manutenção regular, além de ser um ambiente extremamente complexo por sua natureza eletromagnética.

Por outro lado, as subestações costumam ser automatizadas, sem funcionários no local e com tecnologias que apontam a necessidade de manutenção de alguma parte específica.

 

Definição de Problema

A partir do cenário descrito acima, os tempos de manutenção precisam ser os menores possíveis, evitando longos períodos de paradas e gastos mais altos com manutenção.

Para isso, os técnicos devem ser capazes de identificar, localizar e resolver possíveis problemas em um curto espaço de tempo. Tudo isso de forma segura, com profissionais habilitados e de forma que a integridade física não seja colocada em risco.

 

Solução

Por meio de um sistema de gestão de produtividade por geolocalização de precisão, é possível aumentar a agilidade de todo esse processo. Para isso, o ideal é que a planta seja sensorizada e sensores de sinais de BLE e/ou Wifi sejam instalados em centros de controle, transformadores, disjuntores ou qualquer outro equipamento. Esses sensores funcionarão como uma identidade única do equipamento!

Dessa forma, fica fácil localizar onde está cada uma dessas peças. Com um aplicativo em mãos, o técnico consegue traçar uma rota direta até o local que necessita de manutenção e não corre o risco de se confundir com equipamentos parecidos.

Além disso, o próprio técnico também pode ser rastreado dentro da subestação, o que traz uma série de benefícios. Primeiramente, é possível mensurar a produtividade da equipe e avaliar qual funcionário tem melhor desempenho em determinado tipo de defeito.

Outra vantagem é a possibilidade de enviar alertas ao smartphone do funcionário caso ele entre em alguma área de risco ou qualquer outro local onde ele não deveria estar. Além disso, é possível enviar também um checklist de equipamentos ou instruções para resolver o problema identificado.

Por fim, também é possível identificar e emitir um alerta para o técnico mais próximo e habilitado para responder o chamado na subestação, por meio de tecnologias como GPS e outras embarcadas em seu smartphone.

O ideal é que os próprios equipamentos sejam automatizados com a possibilidade de enviar alertas quando apresentarem algum tipo de falha. Assim, é possível integrar esse sistema com a tecnologia da Novidá e diminuir ainda mais o tempo de resposta.

As soluções oferecidas pela Novidá são efetivas mesmo em ambientes como uma subestação. Nem fatores como temperatura, poeira ou influência de metais prejudicam a eficácia dos sinais dos sensores de BLE e/ou wifi da Novidá.

No que diz respeito ao hardware, tudo que você precisará é um sistema de sensoriamento na subestação, que podem ser acopladas nos equipamentos, e smartphones com o aplicativo de gestão de atividades da Novidá embarcado (ou também em outro aplicativo, via integração com nossa tecnologia por SDK).

Dessa forma, será possível ter uma operação mais eficiente, segura e com custos reduzidos. Conheça mais nossas soluções para a indústria e logística!

 

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo