x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

SXSW 2018
2 de abril 2018

SXSW 2018 – Tendências de inovação e tecnologia

O South by Southwest (SXSW) é um dos maiores eventos sobre inovação, tecnologia e economia criativa do mundo. Reunindo especialistas e grandes empresas, o evento aconteceu nesse mês na cidade de Austin, no Texas (EUA).

Para te deixar por dentro das maiores tendências do mundo da tecnologia, trouxemos aqui alguns dos principais insights que foram levantados no festival. Interessante observar que a Novidá caminha na mesma direção do que há de mais novo no mundo, já que Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Big Data foram alguns dos termos mais utilizados nas discussões

 

Startups ganham espaço

É bem verdade que quem comanda grandes inovações no mundo da tecnologia é o grupo das “Quatro Gigantes”: Amazon, Google, Microsoft e Facebook ditam o que há de novo no mundo digital.

Isso não significa, porém, que as startups não estão crescendo. Pelo contrário, cada vez mais surgem ideias inovadoras que estão mudando diferentes mercados relacionados a tecnologia. Esse é um cenário que acontece tanto no Brasil quanto no mundo.

No SXSW, uma das principais discussões envolveu o relacionamento entre grandes empresas e startups. Enquanto as primeiras têm maiores recursos, as startups auxiliam com novos insights, agilidade e foco em resultados. Dessa combinação têm saído grandes iniciativas pelo mundo a fora.

Diversas palestras do evento também geraram insights importantes para startups: pensar grande, focar em crescimento, ter noção dos recursos disponíveis, validar hipóteses e uma série de outros conselhos foram dados por especialistas presentes no festival.

 

Inteligência artificial é o futuro

Talvez esse tenha sido um dos temas mais discutidos durante o SXSW. A inteligência artificial promete mudar totalmente a forma como funcionam negócios, o dia-a-dia e até o trabalho. A aposta é a presença de sistemas cada vez mais conectados e integrados, coletando e convergindo informações de diferentes fontes.

Aliada à Internet das Coisas e ao Big Data, o que podemos esperar é uma tecnologia que consiga gerenciar dados e acumular conhecimento, operando de forma similar ao cérebro humano.

Importante ressaltar, no entanto, que o futuro da inteligência artificial não prevê que máquinas tomem as rédeas dos processos e substituam todo trabalho humano. A ideia é que elas sejam apenas ferramentas para facilitar soluções e otimizar processos.

A curva de aprendizado da inteligência artificial evoluiu muito rápido nos últimos anos. Ao mesmo tempo em que podemos esperar soluções disruptivas em pouco tempo, é preciso haver regulamentações para que o desenvolvimento da tecnologia seja feito de modo seguro. E quem disse isso não foi ninguém além de Elon Musk, o fundador da SpaceX e CEO da Tesla.

Por fim, especialistas ainda dão uma última dica para quem pretende aplicar projetos de IA: vale mais a pena ter boa acurácia do que velocidade. É mais importante estudar e demorar um pouco mais para entregar uma solução que realmente funciona, do que “fazer de qualquer jeito” em curto prazo.

 

Internet das Coisas

Falou-se muito sobre tecnologias para saúde no SXSW. O assunto vem crescendo em diversas vertentes e um dos pilares é a Internet das Coisas. Elas está presente na área médica com monitoramento de sinais de doenças por meio de wearables ou sensores que auxiliem na experiência do paciente no hospital, como é o caso da solução da Novidá.

A IoT também promete chegar aos lares brasileiros através dos assistentes virtuais, que ganharão cada vez mais espaço com crescimento de 800% ao ano. A tendência é que eles se popularizem rapidamente, combinando vários tipos de aplicativos em um só.

Outro insight que teve bastante destaque no SXSW foi o fim dos smartphones. As vendas de celulares estão diminuindo e isso tem a ver com a Internet das Coisas, já que o crescimento cada vez maior de dispositivos conectados como pulseiras de monitoramento, óculos digitais e relógios inteligentes suprem a necessidade de novos smartphones.

 

Indústria 4.0

Embora os robôs já estejam presentes nas fábricas desde a década de 70, é só agora que eles estão ficando realmente inteligentes e saindo de fato do papel. Isso permite a eles ter mais mobilidade e flexibilidade.

A grande mudança que marca a Indústria 4.0 é a conexão entre o mundo físico e digital. Isso torna a linha de produção mais inteligente e aumenta a velocidade para o produto chegar ao mercado. Linhas de produção que antes demoravam meses, agora podem ser resolvidas em dias ou semanas.

Esse tipo de inteligência na manufatura também permite um cuidado cada vez mais detalhado e “granular”, o que vai ao encontro das necessidades do consumidor, que demanda por personalização.

 

Assim como os grandes players mundiais, a Novidá também aposta suas fichas em soluções envolvendo Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Acreditamos que esses são alguns dos pilares da Indústria 4.0, movimento que queremos ajudar a fomentar no país.

Conheça mais sobre nossas soluções!

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo