x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

WCM

WCM (World Class Manufacturing) – O que você precisa saber

Nas últimas décadas, a busca pela eficiência e redução de desperdícios passou a ser cada vez mais intensa na indústria. Inspirado no conceito de Lean Manufacturig, as empresas entenderam que precisam ser enxutas para aumentar a produtividade e manter o negócio em crescimento.

Foi essa busca pela competitividade e maior presença no mercado que gerou a WCM, ou World Class Manufacturing (Manufatura de Classe Mundial). Trata-se justamente de uma adaptação do Lean Manufacturing com um viés mais imediatista, típico do ocidente.

 

O que é WCM?                                                                                                      

O WCM é um conjunto de técnicas, conceitos e princípios que teve origem do Sistema Toyota de Produção. Trata-se de um programa de mudanças em busca de um modelo mundial para uma gestão integrada que reduza desperdícios, otimize processos e a aumente a produtividade.

Ele surge em meados da década de 80, quando o toyotismo se destacava e as empresas ocidentais precisavam se manter competitivas. Assim nasce o conceito de “Classe Mundial”, ou seja, um “padrão de excelência” que toda empresa deveria buscar para alcançar a liderança no mercado.

O sistema leva em conta a globalização, onde os concorrentes estão presentes em diferentes partes do mundo. Assim, trata-se de uma metodologia ainda mais agressiva na busca pela eficiência.

O WCM se baseia em 3 principais princípios:

1- O combate efetivo por qualquer forma de desperdício ou prejuízo que pode prejudicar a cadeia de produção

2- O desenvolvimento de capacidades em todas as pessoas presentes no processo

3- O uso de métodos adequados ligados às ineficiências do processo.

 

Os Pilares do WCM

O WCM é estruturado em 10 pilares técnicos e 10 pilares gerenciais. São eles que vão guiar todas as ações de melhoria contínua dentro da fábrica.

Os pilares técnicos são

– Segurança

– Melhoria focada

– Manutenção Autônoma

– Manutenção Planejada

– Desdobramento dos custos

– Controle de Qualidade

– Logística e Atendimento

– Desenvolvimento de Pessoas

– Gestão preventiva de equipamentos

– Cuidado com o Meio-Ambiente/ Energia

 

Já os pilares gerenciais são:

– Comprometimento da Direção

– Definição de Objetivos

– Mapeamento do caminho do WCM

– Alocação de Profissionais Qualificados

– Comprometimento de toda equipe

– Competência da organização

– Tempo e finanças

– Foco em Melhoria Contínua

– Nível de Expansão

– Nível de Detalhes

– Motivação dos operadores

 

Como Aplicar o WCM

Diante desses 20 piares, você provavelmente pensou: “Certo, mas como começo a aplicar tudo isso no meu negócio?”. Não se trata de uma tarefa fácil, afinal, diferentes setores da operação estão envolvidos nesse processo.

Portanto, o primeiro passo deve ser o envolvimento de toda equipe, todos os colaboradores precisam estar cientes da importância do WCM. É assim que você irá criar uma mudança de cultura dentro da organização, que passará a dar valor às questões ligadas à eficiência.

Feito isso, recomenda-se a criação de uma área-modelo para começar a metodologia. Trata-se de algum setor que será utilizado como um “projeto-piloto”, ou seja, um primeiro ambiente para testar os princípios do WCM e servir de referência para toda a organização.

Recomenda-se escolher a área que apresenta pior desempenho, já que é lá que estarão as maiores oportunidades de melhoria. Em seguida, aloque profissionais qualificados para aplicar os métodos e princípios do WCM.

Ao lidar com apenas um setor da empresa, é possível ser mais cirúrgico nas melhorias e obter um controle maior do processo, o que traz a garantia de um bom resultado ao fim do ciclo.

A partir dessa unidade de modelo, você terá documentado todos os aprendizados e ganhos obtidos, além de um conjunto de melhores práticas para serem replicadas em outras áreas do negócio.

 

A Novidá e o WCM

A Novidá desenvolveu um sistema de geolocalização indoor para reduzir desperdícios e aumentar a produtividade das indústrias. Por meio de smartphones e sensores, acompanhamos a movimentação de pessoas e equipamentos dentro do ambiente de negócio.

Assim, é possível visualizar – em histórico ou tempo real – a movimentação de cada funcionário do seu time. Isso é essencial para o gestor entender melhor como funcionam os processos, quanto tempo leva cada atividade, onde estão os maiores gargalos produtivos e quais áreas precisam de mais pessoas, por exemplo.

Dessa forma, aplicar o WCM se torna muito mais fácil, pois o gestor já tem um volume de informações muito maior para tomar decisões de otimização de processos.

Quer entender como podemos ajudar sua empresa a ser mais eficiente? Agende uma conversa com um de nossos especialistas!

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo