x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Telefone

    +55 11 4431-8580

  • Endereço

    R. Nicolau Barreto, 26
    São Paulo/SP

  • Redes sociais

Blog

Navegue por nossa trilha do conhecimento e crie novos insights para seu negócio

6 de abril 2017

Tendência: 70% dos varejistas irão investir em tecnologias voltadas a IoT até 2021

Estudo aponta transformação determinante que norteará a relação entre produtos e consumidores nos próximos anos

 

*Por Fabio Rodrigues, Diretor Executivo da Novidá

 

Até pouco tempo atrás, o desafio ao organizar um novo ponto de venda se resumia a criar um espaço bonito e moderno e que tivesse potencial de atrair os clientes pela decoração criativa ou até pelo aroma. Os olhares eram principalmente voltados aos quesitos estéticos.

 

Em meu último artigo falei das razões que mostram a chegada definitiva de tecnologias relacionadas com IoT na indústria. O que mais impressiona a mim como, além de empreendedor, um apaixonado por tecnologia, é que essa inovação também está chegando no varejo com cada vez mais força.

 

Um estudo mundial – 2017 Retail Vision Study (Visão para o Varejo) – , aponta dentre outros sintomas, que até 2021, os 70% dos varejistas estão dispostos a investir em tecnologias da IoT em suas lojas.

 

 

Sabe o que isso significa?

 

O mercado está enxergando a mudança do comportamento de consumo seja no âmbito online ou offline e que deve se adaptar a uma nova realidade onde há uma nova geração de consumidores chegando às lojas todos os dias. Esse “novo cliente” será proveniente da chamada geração Millenium, aquela nascida nos anos 2000 e completamente adaptada ao meio digital e novas tecnologias.

 

Com a mudança de um perfil, são necessárias novas estratégias, correto? Pois bem, esse cliente está sempre conectado à internet e redes sociais e adora expor sua opinião sobre tudo. E como está com seu smartphone sempre à mão, é ali muitas vezes que deve ser a porta de entrada tanto para o seu contato com ele quanto para captar o máximo de informações sobre seus hábitos de consumo.

 

Quer saber como? Eu explico. Suponhamos que você seja o gerente de uma perfumaria há 3 meses. Ela é localizada em um ponto próximo a uma estação de metrô devido ao fluxo dos milhares de potenciais clientes que podem passar todos os dias por sua loja. Mas algo não acontece como o esperado. Das muitas pessoas que passam próximas ao estabelecimento, pouquíssimas entram de fato e uma parcela menor ainda compra algum produto.

 

Bom, muitas dúvidas vêm à mente: “Estou no lugar certo? ”, “Tenho um bom produto? ”, ou ainda “Minha loja é atrativa o suficiente? ”. Mas como saber essas respostas se estamos falando de um negócio físico? Com análises dos dados gerados pelas tecnologias de IoT (ou Internet das Coisas) e geolocalização.

 

 

Já comentei em nosso blog, Internet das Coisas são tecnologias que permitem a integração do uso de aparelhos eletrônicos em sistemas para uma experiência mais ágil e agradável ao usuário. Quando pensamos em um varejo, aplicamos o conceito de IoT quando criamos um ambiente de monitoramento por geolocalização, onde é possível entender quantas pessoas realmente passam pela perfumaria, quantas delas entram, por onde transitam dentro da loja e quantas delas compram. Além disso, há como saber se aquele é um cliente recorrente.

 

São diversos os benefícios que IoT unida a Geolocalização proporcionam nas empresas. Nós da Novidá acreditamos muito que essa seja a “dupla” que dará as cartas no varejo nos próximos anos. Imagine ativar um cliente com informações relevantes sobre o produto que ele esteja visualizando naquele momento. Ou mesmo saber se seus funcionários estão abordando os clientes no momento correto para conversão.

 

Pois bem, já percebeu que o assunto rende muito mais do que um artigo, não é?

 

Bem-vindo à transformação do varejo!

Pronto para otimizar seu negócio?

voltar ao topo